Manutenção de veículos: Como avaliar o estado dos pneus

3 Flares Filament.io 3 Flares ×

Você já parou pra pensar que os pneus são as únicas partes do carro que estão em contato com o chão? Por esse motivo, o comportamento do seu veículo depende totalmente deles. Os pneus são itens essenciais de segurança, projetados com as mais modernas técnicas e testados de diversas maneiras para otimizar a sua performance e minimizar os riscos de falhas ou acidentes.

Entretanto, nem todos são iguais e você deve escolher aquele que mais se adapte ao seu carro e ao seu perfil de direção. E ao longo do uso, é muito importante ficar atento ao desgaste desses artefatos. Mas como avaliar o estado dos pneus? Essa pergunta tentaremos responder da melhor maneira a seguir. Leia atentamente este artigo e fique mais tranquilo quando pegar a estrada.

Verificar a profundidade dos sulcos

O principal fator a ser observado para saber se os seus pneus estão chegando ao fim da vida útil é o limite mínimo legal da profundidade dos sulcos, que é de 1,6 milímetros. Essa medida jamais pode ser sonegada! Caso o sulco esteja menor, existe risco iminente de falhas de performance, além do fato de estar fora da lei. Quando a borracha chega a essa ponto, o pneu perde aderência e eficácia, aumentando o risco de derrapagens e o tempo de frenagem.

Avaliar desgastes aparentes

Outras indicações de desgaste são vibração excessiva no volante, cortes, arranhões, calombos e saliências na borracha. Quando ele esvazia de maneira rápida e desigual com os outros pneus em uso e quando o carro puxa para um dos lados, o seu uso está chegando ao fim. Constatando isso, você deverá providenciar a sua troca.

Analisar problemas em outras peças do veículo

O desgaste muitas vezes não é causado apenas pelo uso, mas também por problemas em outras partes do automóvel. Uma delas é o desalinhamento das rodas, que causa desgaste desigual, podendo acabar mais rápido com um pneu do que os outros. Assim também ocorre quando as rodas estão desbalanceadas ou com amassados em sua estrutura.

Seu estilo de conduzir também pode ser um problema: uma direção muito agressiva ou com muitas frenagens bruscas, assim como a utilização do veículo em terrenos irregulares fará com que muitas peças reduzam sua vida-útil. Sendo assim, é essencial ficar atento e fazer os rodízios de pneus da maneira indicada pelo fabricante.

Como podemos observar, os pneus têm uma importância inestimável para o bom funcionamento do seu veículo. Com o aumento da tecnologia de sua produção, eles tendem a ficar cada vez mais duráveis e seguros. Portanto, não há desculpa para você sonegar suas trocas e arriscar a sua vida em acidentes que podem ser evitados. Não caia nessa armadilha, siga as orientações que passamos aqui, e fique atento às indicações do fabricante. A sua segurança e a de quem você ama tem um valor inestimável!

E você, sabe de alguma outra técnica para avaliar o desgaste dos pneus de um carro? Não deixe de comentar aqui abaixo e compartilhar suas dicas com outros leitores!

 


frotacontrol - gestão de frota

 


Receba novidades sobre Gestão de Frota em seu e-mail.


3 Flares Google+ 1 Twitter 1 Facebook 1 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 3 Flares ×