Conheça os principais tipos de transporte de carga

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

O transporte é uma etapa importante da logística. Por ter tanto impacto nos custos e na satisfação do cliente é preciso que o transporte seja planejado corretamente, o que inclui escolher o tipo de transporte de carga correto. Com opções diferentes para cargas e situações distintas, confira quais são os principais tipos de transporte de carga disponíveis no Brasil!

O transporte rodoviário

O transporte rodoviário é o que utiliza a malha de estradas e rodovias para fazer o transporte de produtos geralmente em caminhões. É indicado para transportes rápidos em pequenas distâncias e também para transportes em longas distâncias que não possuam tanta urgência.

É um transporte mais disponível e mais viável e sua versatilidade faz com que seja possível transportar desde engradados e produtos siderúrgicos até a realização de transporte itinerante ou de carga geral.

No Brasil, cerca de 58% dos transportes de carga são realizados por rodovias, mas o problema consiste no fato de que a malha brasileira ainda é relativamente deficiente e contém rodovias em péssimas condições.  Para efeito comparativo, as rodovias correspondem a 32% dos transportes.

O transporte ferroviário

Já o transporte ferroviário é feito por meio da malha ferroviária que utiliza trens para se deslocar de um local a outro. Por causa de suas características, o transporte tende a ser feito para grandes cargas, como produtos siderúrgicos ou cargas sólidas a granel.

É o tipo de transporte mais barato e, dependendo da distância, também o mais eficiente porque não encontra trânsito ou situações específicas de parada. A priorização da malha rodoviária, entretanto, faz que o transporte ferroviário no Brasil não seja tão aproveitado e os indicadores é de que a malha é a mesma do tempo do Império.

Nos Estados Unidos, por outro lado, a malha ferroviária tem mais de 200 mil quilômetros de extensão, garantindo uma ligação completa do país via ferrovias.  Já a Rússia, 81% do transporte realizado no país ocorre em ferrovias.

O transporte dutoviário

O transporte dutoviário é o transporte que utiliza tubos e dutos pelos quais são transportados produtos gasosos ou líquidos, como acontece com os oleodutos. Esse tipo de transporte é eficiente, mas exige bom planejamento e dimensionamento desses tubos para garantir que todo o transporte aconteça de maneira segura.

Nos Estados Unidos, o transporte dutoviário tem uma representação de cerca de 17%, o que não é muito diferente na Europa. Por outro lado, esse tipo de transporte no Brasil ainda está concentrado em poucos locais — como nos locais preferenciais de exploração de petróleo — e sob o domínio de poucas empresas.

O transporte hidroviário

O transporte hidroviário é caracterizado por ser feito em vias fluviais, como em rios ou em mar aberto. Devido ao tamanho dos navios, normalmente as cargas são maiores, armazenadas em contêineres que são carregados nos portos. É uma opção considerada barata para o transporte de grandes cargas, mas que peca na agilidade para entrega.

Para o Brasil, o transporte hidroviário tem especial importância: com uma extensa área litorânea, o transporte hidroviário é bastante utilizado principalmente para a escoação de produtos agrícolas para a exportação, como a soja. Outros produtos a granel também são transportados, assim como carga geral.

É por isso que o transporte hidroviário responde por 75% do transporte de cargas para o comércio internacional do Brasil. No geral, o uso desse tipo de transporte corresponde 17% do transporte brasileiro, enquanto nos Estados Unidos os níveis chegam a 25% e na Austrália, a apenas 4%.

Conhecer os diferentes tipos de transporte é importante para fazer a escolha mais adequada para o tipo de carga, condições e interligação da malha e resultados logísticos esperados. O fato, entretanto, é que o sistema de transportes brasileiro como um todo precisa de investimentos e melhoras para garantir mais eficiência logística para as empresas.

Por falar em transporte eficiente, confira 7 dicas de como reduzir gastos com frotas e descubra como melhorar seus resultados!

0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×