As 4 infrações de trânsito mais comum em estradas e como evitá-las

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

O transporte rodoviário é o meio mais utilizado para operações logísticas no Brasil. A grande malha rodoviária brasileira, a precária estrutura ferroviária e o alto custo para transporte aéreo fizeram das frotas de caminhão uma das melhores alternativas para transportar mercadorias. Apesar das vantagens, rodar pelas estradas do Brasil requer prudência, cautela e muita atenção. Dessa forma, você preserva a sua segurança e também evita o recebimento de multas.

No post de hoje, descubra quais são as infrações de trânsito mais comuns nas rodovias brasileiras e qual a melhor maneira de evitar os indesejados autos de infração!

Excesso de velocidade

Praticamente um “clássico” das multas, a infração por excesso de velocidade acomete todo o tipo de motorista, desde o motoqueiro até o condutor de caminhão. Normalmente, esse tipo de multa acontece em um momento de distração ao volante ou por imprudência. É preciso estar atento às placas de velocidade e avisos de fiscalização eletrônica, que estão em muitas rodovias do país.

A infração é detectada por meio de radares fixos ou móveis, sendo que estes últimos são colocados em locais estratégicos, como descidas ou áreas muito planas e que permitem a aceleração do veículo, ou então ficam nas mãos dos policiais rodoviários de plantão. Para evitar infrações relacionadas com a velocidade, só existe uma receita: muita atenção e pé no freio! Quanto mais longe da velocidade permitida, mais alto é o valor da multa e a intensidade da infração — média, grave ou gravíssima.

Ultrapassagem proibida

Quem dirige um caminhão sabe que, em certos momentos, o embalo ou a baixa velocidade do veículo a frente, fazem com que a ultrapassagem seja necessária. Em casos como esses é sempre bom ficar atento à sinalização de ultrapassagem, sendo melhor atrasar um pouco a viagem do que ter que pagar caro por um deslize.

As infrações de ultrapassagem proibida são mais comuns em rodovias de pista simples, o que significa que, além da multa, o condutor também está colocando sua vida em risco. Para evitar esse tipo de multa, é preciso orientar os condutores da frota a não colocarem sua integridade em risco, deixando claro que não se deve ultrapassar os limites de velocidade permitidos.

Falta de documentação

Esse é um erro imperdoável quando o assunto é transporte rodoviário. Não portar os documentos necessários, como carteira de habilitação, licenciamento do veículo ou a nota fiscal da carga pode gerar muita dor de cabeça. Em casos de fiscalização da polícia rodoviária, tanto o caminhão quanto a mercadoria transportada podem parar no pátio, e só quem já teve que retirar algum veículo em uma situação como essa sabe o quanto é difícil passar pelo processo burocrático que ela demanda. Por isso, confira todos os documentos antes de pegar a estrada e delegue a condução de veículos grandes somente a motoristas habilitados para a categoria. Licenciamento e IPVA devem estar em dia e a papelada deve estar bem guardada na cabine, de preferência em um local seco e de fácil acesso.

Cinto de segurança

Mesmo quem passa horas a fio dentro de um caminhão deve estar sempre protegido pelo cinto de segurança. É comum que alguns condutores deixem de lado os procedimentos de segurança após algumas horas de viagem, mas é preciso levar em consideração que a fiscalização pode estar presente em qualquer momento e que segurança é prioridade. Por isso, oriente todos os motoristas da frota a nunca esquecerem do cinto! Uma boa alternativa para evitar o esquecimento é instalar avisos sonoros que só param de apitar quando o cinto é fixado pelo condutor.

Essas são apenas algumas das várias infrações cometidas por motoristas nas estradas brasileiras. Essas multas podem ser evitadas de maneira simples: orientando os condutores e ratificando a necessidade de uma direção prudente e defensiva.

Agora que você já sabe quais são as maneiras mais comuns de receber uma infração de trânsito, prepare sua equipe e aposte em sistemas de gestão de frotas, que são ótimos aliados para o controle de rotas e despesas com cada condutor!

 

0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×