7 erros de manutenção de veículos que seus concorrentes já deixaram de cometer

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Quem está no comando de uma frota voltada para serviços logísticos deve se ocupar de vários fatores para que essa gestão seja acertada e eficiente. E um dos pontos altos dessa atividade é o cuidado com a manutenção dos veículos que compõem a frota, para garantir que eles estejam sempre prontos para seguir viagem sem atrasar as entregas ate os endereços indicados pelos clientes.

Os erros de manutenção fazem com que os carros gastem mais, onerando sua cadeia logística, e colocando a empresa em desvantagem em relação à concorrência. Continue acompanhando e confira alguns aspectos que devem ser controlados na sua frota para que sua logística funcione a todo vapor!

Calibragem e durabilidade dos pneus

Em primeiro lugar, os pneus têm prazo de validade: isso pode ser checado no próprio item, nas indicações escritas na barra de rolagem. Além disso, é importante registrar a partir de quando se começou a usar cada pneu, a fim de verificar com mais cuidado seu estado físico. Pneus que estão em péssimas condições ou com a calibração baixa são causas muito comuns de acidentes de trânsito. Portanto, a frequência com que se faz a calibragem também deve ser monitorada. O ideal é que seja feita a cada 15 dias ou conforme as recomendações do fabricante.

Alinhamento das rodas

Além dos pneus calibrados, a geometria das rodas é considerável para o ótimo desempenho de cada veículo. Um alinhamento correto proporciona mais equilíbrio e reduz o desgaste de peças do carro, principalmente da direção e motor. O procedimento deve ser realizado a cada 10 mil quilômetros ou segundo leitura visual dos mecânicos que cuidam da frota.

Condições das velas

Esta importante peça que serve para dar energia à ignição na câmara de combustão do motor às vezes pode entupir ou se desgastar, exibindo falhas e prejudicando a queima da mistura ar-combustível. Além de queda de rendimento, em grau mais agudo o carro pode até parar, fato que seria péssimo em uma entrega importante de carga. Um bom controle vai indicar as horas certas para sua reposição.

Troca de filtros

Cada filtro do veículo, seja ele de ar, óleo ou de combustível, tem um momento certo para ser trocado. A demora em fazer isso pode prejudicar o funcionamento adequado da máquina e até danificar outros componentes. Sem falar que há aumento de consumo de combustível.

Condições do sistema de escapamento

Entupimentos ou falhas no escape dos gases veiculares podem aumentar o consumo do carro, causar deficiências no uso das marchas mais lentas e até provocar falhas de direção. E os sons mais estridentes e barulhos do veículo vão piorar a relação do motorista com o veículo, dando-lhe mais desconforto na condução.

Situação dos freios e embreagem

As peças que compõem os sistemas de embreagem e frenagem do carro não só interferem nas formas de dirigir e no seu aproveitamento, mas podem ser causa de acidentes, caso estejam já bem deterioradas.

Radiador e sistema de arrefecimento

Como os veículos de frota são usados por longos períodos nas estradas, é importante tomar as medidas necessárias para que o motor não se aqueça demais. Deve-se conferir se o aditivo do radiador está em ordem e se o sistema trabalha na temperatura ideal, e não superaquecido. É conveniente seguir as recomendações técnicas para revisá-lo periodicamente.

Uma boa maneira de fugir desses problemas de manutenção é monitorar e planificar os carros através de um software de controle e gestão de frotas. Assim, você não só vai poder descobrir os itens que precisam ser trocados nos veículos, mas o momento certo de fazer isso.

Você usa alguma ferramenta tecnológica para controlar a manutenção de sua frota hoje em dia? Deixe sua opinião nos comentários!

0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×